Quem somos

Nossa história

O Conservatório de Música de Cachoeiro de Itapemirim, nasceu em 14 de abril de 1947, do pioneirismo e ideal de uma grande pianista, que muito amava artes e principalmente nossa cidade – Maria do Carmo de Oliveira Braga, carinhosamente chamada pelos amigos e alunos de Carminha. Para que essa obra cultural fosse adiante, ela doou três pianos, organizou uma instituição, com uma diretoria, cujos primeiros passos para o seu registro ficou a cargo dos voluntários: Presidente – Maria do Carmo Braga; Secretária – Olga Braga; Tesoureiro – Pancaré Rebello Braga. Formado o conservatório como instituição, a vida cultural de Cachoeiro começa a embelezar a nossa juventude através da arte musical a partir de 1947. A professora Carminha muda-se para outra cidade e deixa na presidência em 1955 a aluna Elaine Manhães para assumir a direção do conservatório, que funcionava em um imóvel alugado e pago pela instituição, na Rua 25 de Março.

Elaine Manhães, como professora e diretora deixou também as marcas do seu trabalho nessa instituição cultural, dirigida por voluntários da sociedade cachoeirense. De 1972 a 1975 a professora Jandira de Campos Chagas, com formação superior de piano, que participava do corpo docente do conservatório desde 1964, assume a diretoria da instituição. O conservatório cresce, outras cadeiras além do piano são acrescentadas ao curso e sobretudo a sede na Rua Rui Barbosa, que ainda estava quase no alicerce, começa a ser concluída. Assumiu o desafio dessa construção Dr. Marinho Salviano da Costa como Presidente do Conservatório durante 10 anos, de 1975 a 1985. Os pais dos alunos, ajudaram sobremaneira a instituição, com destaque para a Sra. Eva Pinheiro, esposa do Gerente do Banco do Brasil àquela época, Sr. José Pinheiro, que conseguiu uma verba para compra de mais pianos e a complementação das doações que o conservatório recebia para o término da sua construção. Destacamos o trabalho incansável de Eber Lacerda, pai de três alunos do conservatório, que assumiu o término do andar térreo e a construção do segundo piso, doando seu trabalho, alguns recursos da Casa Lacerda e de outras instituições, como a verba do Banco do Brasil, que a diretoria conseguiu para o término da obra.

O Conservatório de Música de Cachoeiro contou principalmente com verbas do Deputado Federal Dr. Dulcino Monteiro de Castro para a compra do terreno onde está situado. Além das doações, o conservatório contou com o trabalho de alunos e professores, dentre eles Elaine Manhães Costa, sua diretora, nos chás, desfiles, e outros meios de doações conseguidos para sua construção. O conservatório por ser considerado de Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal, nessa época, recebeu verbas destas áreas governamentais.

Vale ressaltar que, o conservatório foi a primeira instituição no Espirito Santo a fazer um convênio em 1974 com o Conservatório Brasileiro de Música, onde os alunos são diplomados, em 1º e 2º níveis técnicos, em prova final, aplicadas por professores daquela instituição no Rio de Janeiro. O Conservatório de Música de Cachoeiro, orgulho de nossa cidade, teve alunos como Roberto Carlos Braga, cuja primeira professora foi a Sra. Helena Gonçalves Mignone, em 1954, e a professora Elaine Manhães Costa, em 1955, além de outros alunos famosos internacionalmente que passaram por ali. Além do curso de piano que vai do pré ao 2º Técnico, são dados os cursos de teoria musical, solfejo, harmonia, canto coral, instrumentos de sopro, violino, violão, flauta doce, som e ritmo.

O Conservatório, representado por alguns alunos, esteve na Rússia, que brilhantemente estudaram durante um mês no Conservatório de Moscou, tendo realizado com esta viagem um dos maiores feitos musicais para Cachoeiro de Itapemirim. O carinho da Professora Jandira e sua dedicação ao ensino musical da nossa juventude tem reflexos positivos, nas nossas igrejas (católicas e evangélicas), escola, músicos, regentes de bandas e corais, que tornam a nossa cidade, Cachoeiro de Itapemirim, grandemente enriquecida com a música vocal e instrumental. Além da estada em Moscou, outro grande feito da Professora Jandira, foi ter conseguido como Diretora da Instituição, a formação musical em nível universitário dos seus alunos, com o Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro. O Conservatório de Música se solidificou com a Professora Maria do Carmo de Oliveira Braga – Carminha, há 56 anos, passou por Elaine Manhães, Marinho Salviano, Jandira de Campos Chagas e continua firme servindo a Cachoeiro, principalmente à nossa juventude que tanto precisa da Música como arte, bálsamo para os problemas da humanidade e refrigério para nossa alma.

DIREÇÃO E CORPO DOCENTE ATUAL: DIRETORA REGINA MARA FERREIRA CASTELO E SECRETÁRIA PRESIDENTE MARIÂNGELA.

Mais fotos